Arquivo da categoria: Comunicação e Cidadania

I Simpósio Nacional de Juventude, Resiliência e Vulnerabilidade acontece na UFRN em setembro


Entre 30 de setembro e 1º de outubro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, acontecerá o I Simpósio Nacional: Juventude, Resiliência e Vulnerabilidade, com o tema “Juventudes da América Latina: novas propostas para velhos dilemas”. A exposição constante à violência ameaça a sobrevivência dos jovens, além de prejudicar seu bem-estar e perspectivas futuras, deixando sérias cicatrizes físicas e psicológicas. A compreensão da violência como um problema social é fundamental para a sua prevenção, que reclama a ação coordenada de diferentes setores sociais, entre eles saúde, educação e assistência social. Dessa forma, reforça-se a importância de buscar a interdisciplinaridade e articulação das diversas instâncias como perspectiva de atuação, para a prevenção e mobilização de esforços a fim de reduzir os índices da vitimização infanto-juvenis pela violência.

É com base nesse cenário que o Observatório da População Infantojuvenil em Contexto de Violência (OBIJUV) em parceria com o Grupo de Trabalho (GT) da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia (ANPEPP), denominado Juventude, Resiliência e Vulnerabilidade, coordenado pela professora Silvia Helena Koller (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), estará promovendo nos dias 30 de setembro e 01 de outubro de 2011, em Natal, o I Simpósio Nacional: Juventude, Resiliência e Vulnerabilidade, cujo tema é: Juventudes da América Latina: Novas propostas para Velhos Dilemas.

Fonte: Observatório da População Infanto-Juvenil em Contextos de Violência
Mais informações: CCHLA

Anúncios

Revista Folkcom divulga 17ª edição e faz nova chamada de trabalhos

Em sua 17ª edição, a Revista Internacional de Folkcomunicação apresenta ao leitor artigos e ensaios inéditos elaborados dentro do campo folkcomunicacional. Temas como religiosidade, cultura popular e gastronomia são abordados nos estudos presentes nesta nova edição da Revista Folkcom.

Além das contribuições para o campo da pesquisa acadêmica, o periódico traz resenhas literárias e musicais, conformando, assim, o caráter artístico-cultural da folkcomunicação. A jornalista (e mestranda em Comunicação) Sheila Gorski faz uma análise sobre a música da dupla maranhense Criolina, contextualizando o disco ‘Cine Tropical’ com a produção cinematográfica brasileira.

A entrevista desta edição, realizada pela professora Karina Janz Woitowicz, conta com as palavras da antropóloga Luitgarde Cavalcanti Barros, que fala sobre a pesquisa acerca da cultura popular e a importância de questionar a história. A pesquisadora conta, também, um pouco de suas vivências acadêmicas e sua relação com a figura do cangaceiro Lampião.

Chamada de Textos e Trabalhos para Revista Folkcom
Para submeter textos (ensaios, artigos, resenhas, críticas, dentre outros formatos aceitos pela publicação) para as próximas edições, os autores devem se cadastrar no Portal, a partir do link da Revista Folkcom, e encaminhar o material diretamente pelo site. Dúvidas e informações podem ser enviadas para o revistafolkcom@uepg.br.

Confira o comunicado oficial das chapas concorrentes à direção do CCHLA da UFRN

No próximo dia 1º, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte será palco das eleiçõepara direção do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Foi divulgado pela Comissão Eleitoral o comunicado oficial das três chapas que estão na concorrência. Confira o arquivo em PDF:

Comunicado Oficial – Eleições CCHLA

Conheça as chapas:

Chapa 01 – Pluralidade e Participação
Alípio – Diretor e Durval – Vice

Chapa 02 – Diálogo e Transparência
Herculano Campos – Diretor e Graça Soares – Vice

Chapa 03 – Por um Exercício de Interpretação
Renata Archanjo – Diretora e Alex Beigui – Vice

Fonte: Direção do CCHLA

Pesquisadora do PRAGMA lança livro e-book na XIV Folkcom.

            A XIV Conferência Brasileira de Folkcomunicação (Folkcom) acontece na cidade de Juiz de Fora-MG (http://www.folkcom2011.com.br/), entre os dias 04 e 07 de maio de 2011, em realização conjunta entre a Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Programa de Pós-graduação da UFJF e Faculdade Estácio de Sá; uma promoção da Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação (Rede Folkcom) e da Cátedra Unesco de Comunicação para o desenvolvimento regional.
Neste ano, debatem o artesanato como processo comunicacional, com o objetivo de compreender os mecanismos comunicacionais das expressões identitárias locais/regionais que utilizam do artesanato como forma de expressão de ideias e atitudes.
O evento também celebrará os 40 anos de publicação da obra “Comunicação e Folclore” (Ed. Melhoramentos, 1971) de Luiz Beltrão e as trezes conferências já realizadas. Ao longo de trezes anos, a Conferência Folkcom já debateu as relações entre a Folkcomunicação e o turismo, festas populares, ciência política, jornalismo, gastronomia, migrantes e outros temas.
Na ocasião do evento foi lançado o novo livro e-book “Território da Folkcomunicação”, organização de Betania Maciel, José Marques de Melo e Maria Érica de Oliveira Lima (pesquisadora do grupo Pragma). O livro contará com uma vesão impressa a ser lançado em agosto, São Paulo, na ocasião do  Confibercom – 1o. Congresso Mundial Ibéro Americano de Comunicação.
No sábado, dia 07 de maio, a Conferência Folkcom oficializará nova diretoria e apresentará a candidatura de Campina Grande para sede do evento em 2012.

Livro Território da Folkcomunicação em PDFTerritorio da Folkcomunicacao

Livro: António Rodrigues Sampaio: jornalista (e) político no Portugal oitocentista

Este livro tem a participação da professora e pesquisadora do PRAGMA, Maria Érica de Oliveira Lima .

Autor(es): Jorge Pedro Sousa (Coord.), Mário Pinto, Sandra Tuna, Maria Érica Lima, Patrícia Teixeira, Liliana Mesquita Machado e Eduardo Zilles Borba
Colecção: Estudos em Comunicação
Ano de edição: 2011
ISBN: 978-989-654-061-4

Sinopse

António Rodrigues Sampaio é uma figura incontornável da história do século XIX em Portugal. Combatente, político, governante e jornalista, alcançou o cargo de presidente do Ministério (“primeiro-ministro”) em 1881. Este livro centra-se no Sampaio-Jornalista. Um jornalista, diga-se, longe do actual sentido que é dado à palavra, já que ele foi, principalmente, um polemista político. Procurou-se, pois, caracterizar o que era ser-se jornalista em Portugal no miolo do século XIX e determinar a forma como Rodrigues Sampaio assumiu esse papel para fazer política. Também se procurou determinar qual era o entendimento que ele tinha do jornalismo e perceber, em consequência, qual o seu contributo para a edificação do Pensamento Jornalístico Português.

Livro produzido no âmbito do projecto “Teorização do Jornalismo em Portugal: Das Origens a Abril de 1974”, referência PTDC/CC-JOR/100266/2008 e FCOMP-01-0124-FEDER-009078, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, no âmbito do Programa Operacional Temático Factores de Competitividade (COMPETE) do Quadro Comunitário de Apoio III, comparticipado pelo Fundo Comunitário Europeu FEDER.

Livro em PDF e Download : António Rodrigues Sampaio: jornalista (e) político no Portugal oitocentista

Olá, mundo!

Seja bem-vindo ao blog do Grupo de Pesquisa Pragma – Pragmática da Comunicação e da Mídia: teorias, linguagens, indústrias culturais e cidadania, do Departamento de Comunicação Social da UFRN, sediado no Campus da cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte.

O grupo de pesquisa Pragma se constitui num processo participativo englobando as várias experiências profissionais, os aportes teóricos e as práticas nos campos da pesquisa, ensino e extensão. O grupo se fortalece com as interfaces que se criam e as interdisciplinaridades que se tornam possíveis, no contexto da renovação do corpo docente do Departamento de Comunicação Social da UFRN, configurado nos últimos cinco anos. São seis doutores, entre um e seis anos de titulação, e um professor-doutorando em Ciências Sociais na UFRN. A experiência docente e de pesquisa está entre cinco e 18 anos. A formação é diversificada tanto em área de conhecimento como em instituições de titulação: Comunicação/ECA-USP, Multimeios/Unicamp, Comunicação/Metodista, Ciências Sociais/UFRN, Processos Midiáticos/Unisinos. Os interesses de pesquisa e a produção teórica dos participantes do grupo convergem em três eixos: A) Comunicação e Linguagens, B) Indústrias Culturais, C) Comunicação e Cidadania.

Atualmente, atuamos em projetos de pesquisa, ensino e extensão, tendo 29 alunos envolvidos entre discentes de Mestrado, orientandos de Iniciação Científica, Monitoria, bolsistas de extensão, orientandos de TCC e voluntários.

Por aqui, publicaremos informes de pesquisa, de publicações, novidades no campo da comunicação, relatos de experiências teórico-metodológicas e de intervenção comunitária, entre outras coisas.

Pragma representado na Compos 2011

O grupo de Pesquisa Pragma estará representado na XX Compós,  com o pesquisador Juciano Lacerda, que teve o texto “Pesquisa-da-pesquisa sobre telecentros e inclusão digital” aceito para ser apresentado no GT Comunicação e Cidadania. A Compós é a Associação Nacional dos Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Cinco pesquisadores do Pragma estão vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia, da UFRN, filiado à Compós, são eles: Juciano Lacerda, Maria Érica O. Lima, Angela Pavan, Itamar Nobre e Socorro Veloso. A XX Compós será realizada de 14 a 17 de junho, na UFRGS, em Porto Alegre-RS. O site oficial do evento é o http://www6.ufrgs.br/fabico/compos2011/